Número total de visualizações de página

domingo, 26 de fevereiro de 2006

FELICIDADE E AMOR


Ser feliz é permutar o amor.
A felicidade no presente é sensação; no passado,
recordação e no futuro esperança.
Como reminiscência, é saudade agradavél;
como actualidade, emanação de alegria e paz,
e como perspectiva, é a razão maior de todas as lutas
e sacrifícios.

O amor é a luz da felicidade saindo do coração
para os corações;
a felicidade é a luz do amor partindo da alma e
retornando mais radiosa á própria alma.
Dificil distinguir uma coisa da outra, porquanto
felicidade e amor compõem a substância indivizível
da Vida.

Felicidade e amor são manifestações da mesma luz...
da mesma presença... Deus!

( ROMANELLI)

quarta-feira, 22 de fevereiro de 2006

ACREDITAR


O guerreiro da luz acredita.
Porque crê em milagres, os milagres começam a contecer.
Porque tem a certeza de que o seu pensamento pode mudar a sua vida,
a sua vida começa a mudar.
Porque está certo de que irá encontrar o amor, esse amor aparece.
De vez em quando decepciona-se.
Ás vezes, magoa-se.
E então escuta os comentários : " Como é ingénuo ! "

Mas o guerreiro sabe que vale o preço.
Por cada derrota, tem duas conquistas a seu favor.
Todos os que acreditam sabem disso.

( Manual do guerreiro da luz- Paulo Coelho )

terça-feira, 21 de fevereiro de 2006

ESTOU SEMPRE CONTIGO


Necessitas de Mim? Estou aqui contigo...
Não podes ver-Me e contudo Sou a luz que te permite ver.
Não podes ouvir-Me e contudo falo através da tua voz.
Não podes sentir-Me e contudo, sou o poder que trabalha nas tuas mãos...
Estou a trabalhar em ti, ainda que desconheças os meus caminhos.
Trabalho, ainda que não reconheças as minhas obras.
Não sou uma estranha visão. Não sou um mistério.
Para além do " eu " que aparentas ser,
Só no silêncio absoluto podes conhecer-Me, e ainda assim
Somente como um sentimento e como fé...
E no entanto, estou aqui contigo,
Ouço-te.
E respondo-te.
Quando necessitas de Mim, estou contigo.
Mesmo que Me negues, estou contigo.
Nos momentos em que acreditas estar mais só,
Eu estou contigo.
Mesmo nos teus temores, estou contigo.
Na tua dor, estou contigo.
Estou contigo quando oras, e quando não oras.
Estou em ti e tu estás em Mim.
Só na tua mente podes sentir-te separado de Mim,
Pois só na tua mente está o engano do " teu" e do " meu".
E contudo, só com a tua mente podes chegar a conhecer-Me e a sentir-Me.
Esvazia o teu coração de temores ignorantes.
Quando tirares o " ego" do meio, estou contigo.
Não podes fazer nada de ti mesmo, contudo Eu posso.
Eu estou no todo. Mesmo que não possas ver o bem, ele existe,
porque Eu estou nele.
Estou nele porque tenho de estar, porque Eu Sou.
Só em Mim o mundo tem significado; Só em Mim toma o mundo forma,
Só por Mim o mundo continua.
Eu Sou a lei na qual descansa o movimento das estrelas
e o crescimento de toda a célula viva.
Eu Sou o amor que é o cumprimento da lei. Sou a segurança.
Sou paz. Sou unificação. Sou a lei que te permite viver.
Sou o amor no qual podes confiar. Sou tua confiança, tua paz.
UNO contigo Eu Sou.
Mesmo que fales em encontrar-me, Eu nunca deixo de te encontrar.
Mesmo que a tua fé em Mim seja insegura,
Minha fé em ti nunca fraqueja, porque te conheço, porque te amo.
Meu bem amado, estou aqui contigo...

COMUNICAÇÃO


Há quanto tempo estamos juntos
neste agradavél recanto
sinceramente não sei...

Palavras que tenham sido ditas
com nossos lábios,
nenhuma sequer...

No entanto, oh meu anjo!,
que bela e profunda comunicação
entre nós !...
( TAGORE )

domingo, 19 de fevereiro de 2006

CONFIANÇA


Não desperdice a sua vida com aquilo que lhe vai ser tirado.
Confie na vida. Se você confiar, só então será capaz de abandonar o seu conhecimento,
só então poderá colocar de lado a sua mente. E com a confiança, algo imenso tem início.
Esta vida deixa de ser uma vida comum, torna-se plena de Deus, transbordante.
Quando o coração se torna inocente e as paredes desaparecem, você fica ligado ao infinito.
E você não terá sido enganado; não existirá nada que lhe possa ser tomado.
Aquilo que pode ser tirado de você não vale a pena guardar ; e aquilo que não há como ser
tirado de você, porque haveria alguém de de ter medo que lhe seja tirado? - Não pode ser levado,
não há possibilidade. Você não pode perder o seu tesouro verdadeiro.

( O TARÔ ZEN, DE OSHO )

sábado, 18 de fevereiro de 2006

ROSA BRANCA AO PEITO


Teu corpinho adolescente cheira a princípio do mundo.
Ainda está por soprar a brisa que há-de agitar a tua seara.
Ainda está por romper a seara que há-de rasgar o teu solo fecundo.
Ainda está por arrotear o solo que há-de sorver a água clara.
Ainda está por ascender a nuvem que há-de chover a tua chuva.
Ainda está por arder o sol que há-de evaporar a água da tua nuvem.

Mas tudo te espera desde o príncipio do mundo :
a doce brisa, a verde seara, o solo fecundo.
Tudo te espera desde o príncipio de tudo :
a água clara, a fofa nuvem, o sol agudo.

Tu sabes, tu sabes tudo.
Tu és como a doce brisa, averde seara e o solo fecundo
que sabem tudo desde o príncipio do mundo.
Tu és como a água clara, a fofa nuvem e o sol agudo
que desde o príncipio do mundo sabem tudo.

O teu cabelo sabe que há-de crescer
e que há-de ser louro.
As tuas lágrimas sabem que hão-de correr
nas horas de choro.
Os teus peitos sabem que hão-de estremecer
no dia do riso.
O teu rosto sabe que há-de enrubescer
quando for preciso.

Quando te sentires perdida
fecha os olhos e sorri.
Não tenhas medo da Vida
que a vida vive por si.

Tu és a doce brisa, a verde seara e o solo fecundo
que sabem tudo desde o príncipio do mundo.
Tu és como a água clara, a fofa nuvem e o sol agudo.
A tua inocência sabe tudo.

( Poemas Escolhidos- António Gedeão )

sexta-feira, 17 de fevereiro de 2006

TUDO MUDOU


De repente todo o ambiente se transformou.
O chão se vestiu de flores,
o espaço de azul brilhante,
o céu de estrelas multicolores.

Subitamente as crianças tornaram-se anjos,
as árvores carregaram-se de frutos
e o Sol desatou seu sorriso de ouro.

Imediatamente descobri que minha alma
havia mudado,
ganhando novo sopro e nova luz .

Foi por isso que tudo mudou !...

( retirado do livro Grãos de Amor de Ariston S. Telles- TAGORE )

quinta-feira, 16 de fevereiro de 2006

LIBERTAÇÃO



Atamente expressivo o exemplo daquele pássaro engaiolado, aclimatado a uma vida fácil, porém, limitadissima.
Foi para a gaiola ainda pequeno, implume, e ali desenvolveu-se dentro de inevitavéis condicionamentos.
Não lhe faltava protecção, alimento e outros cuidados que a vontade de seu dono permitisse.
Com o passar do tempo, todavia, o passarinho, hábil no cântico, impressionava as pessoas, atendendo igualmente sua necessidade de expansão, consoante os limites impostos.
Em dada ocasião o mavioso penífero viu que seu senhor abrira a portinhola de sua prisão. Contudo, manso pela própria formação, tinha medo de sair e não ter possibilidade de sobreviver lá fora. Não estava acostumado com a liberdade e a visão do infinito lhe poderia causar vertigem.
Por algum tempo a gaiola permaneceu aberta, até que ele observasse uma outra ave, pousada em árvore próxima, entoando melodias de indizível beleza.
O prisioneiro, deslumbrado com o que vira, avançou passo a passo, tendo a coragem de renunciar ás vantagens de sua vida sedentária, e, finalmente, voou para junto de seu semelhante.
Agora, abrindo o bico, passou a expressar seus primeiros sentimentos de surpresa e encantamento.
Pouco tempo depois, quando o ex-encarcerado constatou que, de facto estava livre, novamente bateu asas e partiu rumo de imensa floresta onde a vida se lhe construiria nova e deslumbrante realidade.

É bem isso o que ocorre com as consciências escravas de convencionalismos e preconceitos.
Os primeiros passos para a libertação podem ser difíceis e penosos, entretanto, após essa transição, o espirito segue na direcção de esferas mais altas, onde então passa a entoar o cântico da perfeita felicidade.

( ROMANELLI )

quarta-feira, 15 de fevereiro de 2006

O AMOR DIVINO E O AMOR HUMANO


Pouco importa o quanto uma mulher ama o seu homem e deseje dar-lhe o seu amor, ela não pode, nem dará todas as suas energias divinas, se ele não for por si próprio, inteiramente integrado ou alinhado com o amor. Como só uma minoria de homens são eles mesmos, o fosso do descontentamento entre o homem e a mulher não pára de crescer. Para integrar inteiramente o princípio masculino, um homem deve assimilar no seu corpo as energias femininas divinas, que a mulher somente lhe pode entregar fazendo amor de maneira correcta. Mas o homem deve ser suficientemente homem. Deve ser capaz de amar na plenitude a mulher ; isto significa amá-la divinamente e de uma maneira desinteressada durante o acto de amor verdadeiro. Ele deve ser capaz de absorver e de exprimir o amor de forma suficiente com o próprio corpo, para atingir a parte mais elevada da mulher, e de amar o suficiente para extrair as energias divinas do seu centro mais profundo. Ser capaz de amar desta maneira representa a autoridade que o homem perdeu- a sua única verdadeira autoridade sobre a mulher.

Isto requer amor puro. Não depende de uma técnica. Um homem pode desenvolver a sua técnica sexual, mas não pode utilizar a sua perícia para fazer amor divinamente. As sensações de excitação e de orgasmo são gratificantes para ele, e dão-lhe uma forma de autoridade, mas elas não são o que a mulher deseja ardentemente. Ele pode satisfazê-la, como uma boa refeição o faria. Mas breve, ela terá fome de novo, e por fim desprezará o seu apetite ou desprezar-se-á porque saberá que não é amada.

( excerto do livro " Fazer Amor de Maneira Divina " de Barry Long )

terça-feira, 14 de fevereiro de 2006

EGOÍSMO


O dia amanheceu com uma mensagem de intensa luz.
Despertei com o coração em festa.
A noticia da visita do Príncipe Amado trouxe novas
claridades ao meu coração.
Colhi no jardim flores das mais viçosas e com elas
enfeitei minha casa.
Entre ansiosa e feliz, pus-me a aguardar a chegada
d' Ele.
As horas passavam lentamente, enquanto todo o meu
ser vibrava de expectativa.
Oh ! que desilusão...
Escoou o tempo e Ele não veio.
Mais tarde, porém, descobri que eu havia dexado
fechadas as portas de minha morada.
O Príncipe, não podendo entrar, seguiu demandando
outras aldeias.
Quando a noite cobriu de melancolia o meu coração,
reconheci minha fraqueza e conversei com Deus assim :
Pai, ajuda-me a abrir minha alma, sem egoísmo nem
medo, deixando-a exposta à Vida, oferecendo-a aos
transeuntes que necessitem de flores, dessas que eu guardei
para o Príncipe, cuja visita eu não mereci.

( TAGORE )

segunda-feira, 13 de fevereiro de 2006

" SABER ESCOLHER O MELHOR " ( parte 1 )


( Conseguir ver a diferença entre o que se quer e o melhor realmente )


# Saber e aceitar, de uma vez por todas, que em momento algum acontecem coincidências,
que todas as situações trazem informações mesmo quando parecem particularmente
complicadas e até destrutivas.
É nestes momentos que a nossa consciência nos é útil para pararmos, reflectirmos, entrarmos
em silêncio mental.

# Reconhecer com clareza de visão a situação que estamos a viver, localizar o bloqueio ( a limitação,
a ansiedade, o medo ).
A técnica que facilita o reconhecimento rápido do bloqueio é conseguir ver a nossa participação na
construção desse bloqueio.
É nestes momentos que é importante deixar de culpar o exterior ( os outros, a casa, o tempo )
e reconhecer a nossa força criativa.

# Projectar resultados que se quer obter sem controlar os meios para lá chegar.

( VIA AQUARIUS- Christiane Águas )

.




SABER ESCOLHER MELHOR ( parte 2 )


# Tomar consciência que estamos a precisar de uma ajuda que nos permitirá mais facilmente, fazermos a leitura dos acontecimentos a transformar, ajuda da pessoa certa, no momento próprio.
A pessoa certa só pode ser alguém que também funcione com a mesma filosofia de vida e que a pratique.
A ajuda da auto-cura é primordial, no entanto deve ser acompanhada das afirmações relacionadas comm os campos e níveis que deseja ajustar.
O diálogo também é necessário para reprogramar o cérebro.
( VIA AQUARIUS- Christiane Águas )

" SABER OUVIR E OUVIR-SE ,

PARAR PARA REFLECTIR E SENTIR ,

E FINALMENTE ACTUAR NO SENTIDO EXACTO. "

sexta-feira, 10 de fevereiro de 2006

AMIGOS


Um guerreiro da luz nunca esquece a gratidão.
Durante a luta, foi ajudado pelos anjos;
as forças celestiais colocaram cada coisa no
seu lugar, e permitiram que ele pudesse dar
o melhor de si. Por isso, quando o Sol se põe,
ajoelha-se e agradece o Manto protector á sua volta.
Os companheiros comentam: que "sorte" é saber olhar
para os lados e ver onde estão os seus amigos:porque
foi através do que eles diziam que os anjos conseguiram
fazer-se ouvir...

quinta-feira, 9 de fevereiro de 2006

Sofrimento


Há um enorme conjunto de circunstâncias que podem causar intenso
sofrimento, deixando-o com uma sensação de uma perda profunda e dolorosa.
Muitas vezes, no entanto, pode verificar que a sua dor está a adquirir uma
falsa aparência ou está a ser banalizada.
Não permita que os outros decidam aquilo que deve lamentar.
Respeite os seus sentimentos e siga o seu coração.
Não evite o seu sofrimento, porque qualquer pesar que não foi
completamente sentido, permanecerá para sempre.
Transportá-lo-á consigo e ele influenciará as suas experiencias
e realizações actuais, neste momento.
Se quer libertar-se dele, terá que enfrentar os seus sentimentos.
Mas tenha a certeza de que, quanto mais profundamente sentir
pesar, mais depressa a dor passará.
Quando sente pesar, terá de passar pelo processo de enfrentar
a dor que essa perda representa, de facto, para si, e terá que sentir
o desespero de perder aquilo que estimava.
Tem que sentir e viver a dor da sua perda e só então alcançará
o alivio da aceitação e da cura completa.
Nenhuma destas fases pode ser ultrapassada ou ignorada, se quiser,
de facto, libertar-se da sua dor.
Sob a sua dor, esconde-se a alegria.
Acabe com o sofrimento e a alegria brilhará e encherá a sua vida
com nova esperança e novas possibilidades...

( Excerto do livro A Sabedoria da vida )

quarta-feira, 8 de fevereiro de 2006

SOLITUDE


O ser humano não aprendeu a conhecer as belezas da solitude.
Ele está sempre ansiando por algum relacionamento, ansiando
por estar com alguém...
e esquece de alguma maneira que está só...
Que nasceu só, e morrerá só e, não importa o que faça, você vive só.
A solitude é algo tão essencial a seu ser que não ha maneira de evitá-la.
Todos os esforços dirigidos a evitar a solidão falharam e falharão,
porque são contrários a que você se torne consciente de sua solitude...
E é tão lindo experenciá-la, senti-la, porque ela o liberta da multidão do outro.
É a nossa libertação do medo de estarmos sós.
" Solitude" significa simplesmente ser completo.
Você é inteiro, não precisa de ninguém mais para completá-lo.
Assim, tente descobrir seu centro mais profundo onde você está sempre só,
sempre esteve só... tão pleno, tão completo e tão transbordante
com todas as seivas da Existencia que tendo provado sua solitude,
a dor do coração desaparecerá.
Em seu lugar, um novo ritmo de imensa suavidade, paz, alegria
e bem- aventurança estará presente.
Isso não significa que uma pessoa que está centrada em sua solidão
não possa fazer amigos.
Na realidade, só ela pode fazer amizades, porque agora isso não é
mais uma necessidade, é simplesmente um compartilhar...

( OSHO )

terça-feira, 7 de fevereiro de 2006

PACIÊNCIA


Quando o aluno está preparado o mestre aparece.
Não procures um tesouro enquanto não souberes o que farias com ele.
Pelo contrário, prepara-te para saber como actuar tendo nas tuas mãos
o tesouro que desejas, como se já o tivesses.
Um dia estarás preparado e aparecerá...


Não me possuas, não me dividas.
Ensina-me a ser quem sou.
Deixa-me uma palavra livre,
o meu único bem, palavras minhas.
Respeita em mim, os meus pensamentos rodopiantes.
As minhas apalpadelas, e os meus deslumbres.
Não protejas os meus medos...
Deixa-me pôr questões sem me responderes,
sem me julgares ou me desmentires.
Não faças mais discursos sobre mim,
deixa-me circular loucamente no meu passado
ou inventar o irreal.
Deixa-me atrever-me a realizar o impossivél.
Sim. A minha palavra sou eu...
Ainda que me possa trair por vezes.
Na trapalhada de palavras, oferece-me
a descoberta e a forma de dizer tudo o que
ainda não sei.

(traduzido de um livro de Jacques Salomé)

domingo, 5 de fevereiro de 2006

AMOR


Amar outra pessoa significa ir ao fundo da montra que apresentamos, onde expomos o que sentimos ser aceitavél em nós, e partilhar os receios, dúvidas, sonhos e esperanças que mantemos fechados á chave.
Implica sermos corajosos, honestos e abertos e deixarmos outra pessoa conhecer as partes de nós que
sentimos serem menos dignas de amor e aceitação. Significa abrirmos o nosso eu interior mais vulnerável e aprender a confiar em alguém o suficiente para o deixar aproximar-se cada vez mais.

(excerto do livro A Sabedoria do Amor)

sábado, 4 de fevereiro de 2006

Conversas com Deus


Pedi a Deus força para conseguir.
Fui feito fraco, de forma a ser capaz
de aprender, a humildemente obedecer...
Pedi saúde, para poder realizar grandes coisas;
Recebi enfermidades, para poder fazer coisas melhores...
Pedi riquezas para poder ser feliz;
Recebi pobreza para poder ser sensato...
Pedi poder, para poder receber os louvores dos homens;
Recebi fraqueza, de forma a sentir a necessidade de Deus...
Pedi toda a espécie de coisas para poder gozar a vida;
Recebi a vida, de forma a poder gozar todas as coisas...
Não recebi nada do que tinha pedido,mas...
Tudo o que tinha desejado...
Quase que apesar de mim próprio,
as orações que não pronunciei foram ouvidas.
Sou entre todos os homens,profundamente abençoado...

sexta-feira, 3 de fevereiro de 2006

......................................................................................................................................................


Filhos
Os teus filhos não são os teus filhos.
São os filhos e as filhas do desejo da Vida por si própria.
Vêm através de ti, mas não de ti, e embora estejam contigo, não te pertencem.

Podes dar-lhes o teu amor, mas não os teus pensamentos...
Porque eles têm os seus próprios pensamentos.
Podes alojar-lhes os corpos, mas não as almas.
Porque as almas deles vivem na casa do amanhã,
que tu não podes visitar, nem sequer em sonhos...
Podes lutar por ser como eles,
mas não tentes fazê-los ser como tu.

Porque a vida não anda para trás
nem espera pelo passado.
Tu és o arco a partir do qual
são disparados os teus filhos como setas vivas.

O arqueiro vê o alvo no caminho do infinito,
e arqueia-te com a Sua força
para que a Sua flecha possa ir longe e veloz...

Deixa que o teu arquear ás mãos do arqueiro
seja de satisfação;
Porque assim como Ele ama a seta que voa ,
ama também o arco que é firme...

Kahlil Gibran