Número total de visualizações de página

sexta-feira, 18 de agosto de 2006

O PODER AUTÊNTICO


A percepção do poder como exterior fragmenta a psique, quer seja a psique do indivíduo, da comunidade, da nação ou do mundo. Não existe diferença entre a esquizofrenia aguda e um mundo em guerra. Não há diferença entre a agonia de uma alma fragmentada e a agonia de uma nação fragmentada.
Quando marido e mulher competem pelo poder, assumem a mesma dinâmica que os humanos de uma raça assumem quando temem humanos de outra raça.
A partir dessa dinâmica, formámos o nosso entendimento actual da evolução como um processo de capacidade crescente de dominar o meio e os outros. Esta definição reflecte as limitações de percepcionar o mundo físico apenas com cinco sentidos. Reflecte a competição pelo poder exterior que é gerada pelo medo.
Depois de milénios de brutalidade entre si, entre indivíduos e entre grupos, hoje é claro que a insegurança que está na base da percepção do poder como exterior , não pode ser sanada pela acumulação de poder exterior.É evidente aos olhos de todos, não só a cada noticiário ou vespertino, mas também através das nossas inúmeras agonias enquanto indivíduos e enquanto espécie, que a percepção do poder exterior apenas traz dor, violência e detruição. Foi assim que evoluímos até agora, e é isto que deixamos atrás de nós.
O nosso entendimento mais profundo conduz-nos a outra espécie de poder, um poder que ama a vida em todas as formas das quais se reveste, um poder que não julga o que encontra, um poder que percepciona um significado e propósito nos mais pequenos pormenores sobre a Terra. Esse poder é autêntico. Quando alinhamos os nossos pensamentos, emoções e acções com a parte superior do nosso ser, enchemo-nos de entusiasmo,propósito e significado. A vida é rica e preenchida. Não temos pensamentos de azedume. Não temos memórias de medo.Entrosamo-nos alegre e intimamente com o nosso mundo. Esssa é a experiencia do poder autêntico.
O poder autêntico tem raízes na fonte mais profunda do nosso ser. O poder autêntico não pode ser comprado, herdado nem acumulado. Uma pessoa autenticamente poderosa é incapaz de fazer de alguém ou de alguma coisa uma vítima. Uma pessoa autenticamente poderosa é tão forte, tão poderosa, que a ideia de utilizar força contra outra não faz parte da sua consciência.

( Retirado do livro- O Lugar da Alma de Gary Zukav )