Número total de visualizações de página

domingo, 30 de setembro de 2007

A BELEZA


Então olhou-me, e com o meio-dia dos Seus olhos sobre mim, disse: " Tens muitos amantes, mas só Eu te amo."

Os outros homens aman-se a si próprios em ti.

Eu amo quem tu és.

Os outros homens vêem em ti uma beleza que perecerá antes que os anos passem,

Mas eu vejo em ti a beleza que não perece, a beleza que no Outono dos teus dias não receará olhar-se no espelho, a beleza que não será ferida.

" Só eu vejo em ti o que não se vê."


Kahlil Gibran

quarta-feira, 26 de setembro de 2007

AMIZADE


Tenho amigos que não sabem o quanto são meus amigos.

Não percebem o amor que lhes devoto e a absoluta necessidade que tenho deles.

A amizade é um sentimento mais nobre do que o amor,

eis que permite que o objecto dela se divida em outros afectos, enquanto o amor tem intrínseco o ciúme, que não admite a rivalidade.

E eu poderia suportar, embora não sem dor, que tivessem morrido todos os meus amores, mas enlouqueceria se morressem todos os meus amigos!

Até mesmo aqueles que não percebem o quanto são meus amigos e o quanto a minha vida depende de suas existências...

A alguns deles não procuro, basta-me saber que eles existem.

Esta mera condição me encoraja a seguir em frente pela vida.

Mas, porque não os procuro com assiduidade, não lhes posso dizer o quanto gosto deles.

Eles não iriam acreditar.

Muitos deles estão lendo esta crônica e não sabem que estão incluidos na sagrada relação de meus amigos.

Mas é delicioso que eu saiba e sinta que os adoro,

embora não o declare e não os procure.

E ás vezes, quando os procuro, noto que eles não tem noção de como me são necessários, de como são indispensáveis ao meu equilibrio vital, porque eles fazem parte do mundo que eu, tremulamente, construí e se tornam alicerces do meu encanto pela vida.

Se um deles morrer eu ficarei torto para um lado.

Se todos eles morrerem eu desabo!

Por isso é que, sem que eles saibam, eu rezo pela vida deles.

E me envergonho, porque essa minha prece é, em síntese dirigida ao meu bem estar.

Ela é, talvez, fruto do meu egoísmo.

Por vezes, mergulho em pensamentos sobre alguns deles.

Quando viajo e fico diante de lugares maravilhosos, cai-me alguma lágrima por não estarem junto de mim, compartilhando daquele prazer...

Se alguma coisa me consome e me envelhece, é que a roda furiosa da vida não me permite ter sempre ao meu lado, morando comigo, andando comigo, falando comigo, vivendo comigo, todos os meus amigos, e, principalmente os que só desconfiam ou talvez nunca vão saber que são meu amigos!

A gente não faz amigos, reconhece-os...


Vinícius de Moraes


Recebi este texto da minha amiga Oriana, em forma de presente, porque está de partida para a Suiça.As palavras que recebi tocaram profundamente o meu coração, senti-me honrada por receber tão nobre homenagem.Absorvi cada palavra,concordei com todos os sentimentos que aqui foram descritos.Acima de tudo, achei lindo demais para guardar só para mim, e por isso decidi partilhar com todos vocês meus amados amigos.Obrigada por existirem e por espelharem o amor que habita na vossa essência, abrindo assim as portas do amor que todos somos.Para ti, Oriana querida, desejo que encontres tudo o que o teu coração pede, sabendo eu á partida, que a tua Matilde, será o farol que te abrirá as portas, e eu, o abrigo onde poderás sempre voltar...

segunda-feira, 17 de setembro de 2007

VIDA ETERNA


Quando passeamos numa floresta intocada pela mão humana, deparamo-nos não apenas com a abundância da vida que nos rodeia, mas também, e a cada passo, com árvores caídas, troncos e folhas apodrecidas, matéria em decomposição.

Para onde quer que olhemos, encontramos a vida bem como a morte.

Contudo, após um exame mais minucioso, descobrimos que os troncos de árvores em decomposição e as folhas apodrecidas não dão apenas origem a uma nova vida, mas que eles mesmos estão cheios de vida.

Os microrganismos estão activos, as moléculas recombinam-se. Assim, a morte não existe em nenhum lugar. Existe apenas uma metamorfose das formas de vida. O que é que se pode aprender com isto?


A morte não é o oposto da vida. A vida não tem um oposto. O contrário da morte é o nascimento.A vida é eterna...



( A Voz da Serenidade- Eckhart tolle )

terça-feira, 11 de setembro de 2007

ARCANJO MIGUEL


OS DEZ DECRETOS DO ARCANJO MIGUEL
1. Renuncio a quaisquer expectativas relativas à minha evolução e progresso espiritual. Vivo no momento em cada dia, concentrando-me no objectivo de restabelecer a harmonia e o equilíbrio do meu corpo, do meu espírito, das minhas emoções e do todo com o meu Eu Superior.
2. Anulo todos os acordos feitos com a minha mãe, pai, filhos, enteados, marido (ou mulher), ex-mulher (ou ex-marido) ou quaisquer outras pessoas que me possam reter na terceira dimensão.
3. Renuncio a todos os conceitos inválidos sobre o meu valor, a minha percepção do amor, da alegria, da paz, da segurança, da harmonia, da abundância, da criatividade, da vitalidade, da juventude, da saúde e do bem-estar, da velhice e da morte.
4. Renuncio à necessidade de querer salvar o mundo ou qualquer ser humano que nele se encontra. Tenho consciência de que a minha missão é aceitar a minha mestria e viver sendo um exemplo de vida e de amor sem esperar nada em troca de ninguém.
5. Liberto-me de todos os preconceitos e memórias celulares quanto ao meu corpo físico. Reivindico o meu direito divino à beleza, vitalidade, saúde e bem-estar, consciente de que são o meu estado natural e que basta seguir os impulsos do espírito para que essa perfeição se manifeste.
6. Renuncio a quaisquer expectativas quanto à minha criatividade e ao meu trabalho. Trabalho e crio por prazer, ciente que a abundância e os recursos provêm do Espírito e da minha auto-confiança e não apenas do meu esforço.
7. Renuncio a quaisquer condições da terceira dimensão que as instituições governamentais ou afins me queiram impor. Não poderão controlar a minha pessoa, nem a minha abundância ou segurança. Tenho plenos poderes para manifestar a segurança, ser independente e comandar o meu próprio destino.
8. Liberto-me de todos os resíduos e dívidas cármicas, bem como das energias impróprias existentes em mim e no meu corpo físico, emocional e astral. Resolvo todos os condicionamentos com agrado e desembaraço para expandir a luz e me unir aos co-criadores do Paraíso na Terra.
9. Liberto-me de todos as concepções falsas sobre a minha capacidade de alcançar o conhecimento, a sabedoria e as informações pertinentes provenientes do Espírito e das dimensões superiores. Obtenho assim novos conhecimentos, conceitos e sabedoria que me permitem aprender, crescer e servir de exemplo vivo.
10. Renuncio a qualquer juízo, ideia pré-concebida ou expectativa relativamente a outros seres, sabendo que estes se encontram no seu perfeito lugar e evolução. Transmito-lhes Amor e encorajamento e limito-me a oferecer-lhes informações quando mas pedirem, tendo o cuidado de lembrar-lhes que a minha verdade pode não ser a deles.

Canalizado por Ronna Herman


http://www.miguelmateus.com/decretos.htm

segunda-feira, 3 de setembro de 2007

TRABALHADORES DA LUZ


O Verdadeiro Trabalhador da Luz – Um Exemplo
Eu quero te levar para um outro lugar e te apresentar a alguém. É um Trabalhador da Luz. Este Trabalhador da Luz não terá nome, mas será uma mulher. Eu te apresentarei a esta Trabalhadora da Luz para te dar uma definição da cura de corpo inteiro.
Em primeiro lugar, quando você se aproxima dela, você se sente bem. Um humano junto com outro e você se sente bem. Você não sabe por que, mas se sente bem. Você nem mesmo a conheceu, mas já se decidiu, “Esta é uma boa pessoa, eu gosto dela, e mau posso esperar para conhecê-la.” Ela irradia o amor de Deus. É importante que você perceba isto. Ela não é evangelizadora. Ela pode até mesmo não parecer muito espiritualizada. Ela não exibe sua religião. Ela é doce. Ela te lembra de algo que você não pode definir, algo de que não pode se lembrar. É a energia da mãe? Você não sabe. Mas eu vou lhe dizer o que é. Você está se lembrando do amor de Deus! Isto é por que as cordas dela estão ativadas. (Mais uma vez, esta é uma referência às cordas quânticas que todos temos entre nós, mas que não são sentidas ou usadas por todos. É um atributo espiritual que precisa ser desenvolvido e melhorado.**)
Quando você entra no campo dela, então pode sentir. As cordas dela estão ativadas, percebe? Esta Trabalhadora da Luz está equilibrada. Ela está equilibrada espiritualmente. Ela está centrada. Ela escuta. Ela está interessada em você. Ela te faz se sentir bem. Ela não tem agenda, e você não sente que ela quer te empurrar uma história ou algo parecido. Ela está aberta. Oh, você não adora estar junto a ela? Que atração é esta?
Para alguns de vocês, é a mãe que sempre quiseram. Para outros, é mãe que tiveram. Que sentimento é este? O que é isto? Eu te direi, meu querido. As cordas dela estão te tocando e elas são o amor de Deus. Elas também não são evangelizadoras. Elas são cordas compassivas e convidativas que conversam com o seu DNA. Ela é intuitiva e equilibrada, e sabe quem você é. Ela sabe o que você precisa. Ela sabe tanto porque as cordas dela estão ativadas.
O DNA dela foi ativado e está ressoando. Ela está nesta Terra, como se estivesse com um pé em uma dimensão e o outro na outra. Até mesmo as células do corpo dela sabem disto. Todas elas sabem. As cordas dela estão ativadas. Intuitivamente ela sabe para onde enviar a luz. E você poderá dizer, “Bem, como um ser humano pode saber tanto assim? Para onde enviar a luz? Há tanta coisa acontecendo. Ela os conhece pelo nome? Sabe para quem e onde enviar?” Não, meu querido. Ao contrário ela compreende algo sobre o qual falaremos um pouco mais algum dia. Ela sabe tudo sobre inteligência cósmica. É uma fonte, um reservatório de energia no qual você pode mergulhar e fazer parte dele, uma força que sabe tudo sobre tudo. Você não precisa saber dos detalhes.
“Kryon, isto é difícil para mim. Eu preciso saber de todos os detalhes para fazer tudo de forma acurada.”
É mesmo? Depois desta canalização você entrará em seu carro e irá até um restaurante para comer. Então, o que você está me dizendo é que precisa do manual para entender o funcionamento do motor antes de entrar no carro? Eu acho que não. Você simplesmente deseja ir, não é? A inteligência cósmica é o motor do Universo e você também não precisa pensar sobre ela. Aqueles que tem a mestria sabem como usar este motor de inteligência cósmica. Esta é a intuição deles. Isto lhes ajuda a virar à direita ou à esquerda, a saber para quem enviar orações, quando reunir o grupo e orar e quando não fazê-lo. Diz a eles quando falar algo e quando não falar nada. Inteligência Cósmica. Está ligada ao plano mestre através das cordas dela.
Ela lidou com sua dualidade há muito tempo atrás e colocou-a no banco de trás. Foi assim que ela fez. Estará com ela por toda a vida, sabia? A polaridade do humano versus o divino estará lá para sempre. Mas, no caso dela, no banco de trás, irritando-a todos os dias! Mas, a dualidade nunca está no comando, percebe? Quando os outros deveriam ter medo ela reconhece de onde vem o medo. Vem de onde nós chamamos de segundo cérebro. Não vem da cabeça, mas do estômago, ou das energias inferiores. O medo começa a subir a partir dali e ela o intercepta... e coloca-o no banco de trás. Ela sabe tudo sobre dualidade. Ela é equilibrada, sabia?
O Trabalhador da Luz não tem raiva! Você diz, “Isto é impossível! Todos os humanos tem raiva. É uma característica humana.” Com relação a isto, meu querido, eu concordo... é muito Humano. No entanto, a raiva bruta não é parte de um Trabalhador da Luz, pois os Trabalhadores da Luz são humanos melhorados. A raiva não é parte da expressão de um mestre iluminado. Pense sobre isto. Toda vez que a raiva bruta surge e você age de acordo com ela, o que você tem vontade de fazer depois? Você deseja retornar e pedir desculpas pelo que aconteceu. “Opa!,” você diz, “Escapuliu.” Esta é a sua maneira de dizer que foi um comportamento inapropriado, não é? Pense sobre isto. A raiva é a dualidade controlando você. “Desculpe-me,” você diz, “De alguma forma ela pulou do banco de trás direto para o meu colo!” O Trabalhador da Luz a mantém no banco de trás para sempre. Ela não pula para fora. Ela não fica com raiva. Ao contrário ela fica desapontada. Ela tem compaixão. Oh, você não gostaria de estar com ela simplesmente? Você não gostaria de caminhar lado a lado com ela? Estes são os atributos do que os mestres tinham na Terra. Voltem e estudem sua história. Todas as crianças queriam estar com eles. Os adultos também os amavam. “Ah, que bom estar ao lado desta pessoa!” eles diriam, enquanto colocavam as mãos em seus corações. Esta é a energia que todos os mestres do planeta possuíam, mas eu te digo, ser humano, que é para lá que você se encaminha e esta é a sua promessa.
Agora, deixe me dizer-lhe o que o que se passa dentro do corpo dela. Doença. Não, não se preocupe. A doença está lá, mas não pode se manter por si mesma. Isto não faz parte do programa dela, por que suas cordas estão ativadas. Ela conversa com sua estrutura celular que escuta o chefe e ela é o chefe. Quantos de vocês tem conversado com suas células ultimamente? Vocês compreendem onde está sua iluminação? Está em seu dedão, seu cotovelo, seu braço, seu cérebro? Está em todos os lugares onde estão as suas células não apenas em sua consciência ou em sua mente. É uma iluminação de corpo inteiro. Vocês percebem que se conversassem com suas células regularmente e elas compreendessem quem está falando, a doença não poderia te tocar? Vocês compreendem? É isto o que é a mestria. Nós não diríamos isto a menos que fosse a verdade.
Eu te darei a última informação. Ela sabe quem ela é, porque ela se lembra. Alguns poderiam dizer, “Bem, diga-me mais sobre esta pessoa. Ela tem um companheiro? Ela tem um parceiro?” Eu te direi. Esta pessoa? Não, ela não tem. E você dirá, “Isto é triste.” Deixe me falar-lhe sobre ela, pois ela se lembra de quem é e diz para si mesma todo dia, “Eu me basto. Isto está bem em minha alma. Se a solidão é o meu caminho, eu farei meu trabalho sozinha. Sou grata a Deus por eu ser quem eu sou.” Ela tem o amor de Deus em sua vida e não está só.
Ela também não é solitária. Oh, ela curte os humanos que aparecem e enriquecem sua vida, mas a intimidade que poderia ser apreciada dentro de um relacionamento não está na mente dela. Ao fim do dia, quando volta para casa a sós ela diz uma frase para a porta toda vez que entra naquele lugar. Ela diz, “Eu sou o que eu sou. E preciso apenas do que eu sou.” Ela está dando permissão e fazendo uma livre escolha para que qualquer coisa aconteça, mas não está solitária, não está desesperada, e não lhe falta esperança porque ela se lembra do sentimento cósmico de estar apaixonada por Deus. É isto o que acontece quando se apaixonam pela raça humana também. E o Trabalhador da Luz está apaixonado pela humanidade.
Quem é você? Você é um Trabalhador da Luz? Se não é, gostaria de ser? Esta é nossa mensagem. Isto é tudo o que trazemos. Esta poderia ser nossa mensagem até o fim de nosso tempo... até que não haja mais mensagens. Oh, haverá aqueles que continuarão com Kryon muito tempo depois que meu parceiro estiver comigo. A mensagem deles será a mesma. Será sobre mestria e a celebração de como todos vocês criaram a paz na Terra... e agora eu acabei de abrir a porta para que dêem uma olhada no futuro – um futuro que vocês nem sequer podem considerar agora devido ao que acontece no planeta. Mas eu lhes direi, o Sol surgirá. Mas ele não fará isto sem que todos os que estão aqui lendo e ouvindo juntem-se a esta batalha de sobrevivência humana. Quando foi a última vez que você enviou a luz para aqueles que não são tão afortunados – aqueles em modo de sobrevivência, que não tem comida em sua mesa, ou estão preocupados com suas vidas nesta noite? Há tantas pessoas como estas e tão poucos de vocês. Será que esta é um declaração dizendo que vieram aqui para fazer algo? E é.
Faróis façam o seu trabalho.
E assim é.
Kryon.