Número total de visualizações de página

quinta-feira, 9 de fevereiro de 2006

Sofrimento


Há um enorme conjunto de circunstâncias que podem causar intenso
sofrimento, deixando-o com uma sensação de uma perda profunda e dolorosa.
Muitas vezes, no entanto, pode verificar que a sua dor está a adquirir uma
falsa aparência ou está a ser banalizada.
Não permita que os outros decidam aquilo que deve lamentar.
Respeite os seus sentimentos e siga o seu coração.
Não evite o seu sofrimento, porque qualquer pesar que não foi
completamente sentido, permanecerá para sempre.
Transportá-lo-á consigo e ele influenciará as suas experiencias
e realizações actuais, neste momento.
Se quer libertar-se dele, terá que enfrentar os seus sentimentos.
Mas tenha a certeza de que, quanto mais profundamente sentir
pesar, mais depressa a dor passará.
Quando sente pesar, terá de passar pelo processo de enfrentar
a dor que essa perda representa, de facto, para si, e terá que sentir
o desespero de perder aquilo que estimava.
Tem que sentir e viver a dor da sua perda e só então alcançará
o alivio da aceitação e da cura completa.
Nenhuma destas fases pode ser ultrapassada ou ignorada, se quiser,
de facto, libertar-se da sua dor.
Sob a sua dor, esconde-se a alegria.
Acabe com o sofrimento e a alegria brilhará e encherá a sua vida
com nova esperança e novas possibilidades...

( Excerto do livro A Sabedoria da vida )

2 comentários:

Meia Lua disse...

Para sair do sofrimento, é preciso sentí-lo até a exaustão, acabar com ele dentro do peito, para que o lugar que ele ocupava, fique livre para a luz entrar...
beijinho de bom fim de semana :*

Cláudia disse...

Tal como a chuva é absolutamente necessária para limpar a atmosfera, assim são as nossas lágrimas, as únicas capazes de derreterem o gelo. Que a tua luz nunca deixe de brilhar...bjs