Número total de visualizações de página

segunda-feira, 31 de março de 2008

domingo, 23 de março de 2008

JOANINHA








Ontem foi o dia do meu aniversário e recebi o mais lindo presente.Tão lindo que não podia guardá-lo só para mim.É tão grande o amor que sinto e tão imenso o seu valor, que chega para todos.Se conseguir fazer-vos sorrir, como a mim me fez chorar, o propósito foi cumprido.Desejo a todos uma Páscoa feliz...



Cláudia.



Minha filha querida,
Nasceste hà três horas e meia, trouxeram-me para o meu quarto de hospital, mas a ti levaram-te para o berçàrio. Lutaste como uma guerreira, precisas de recuperar as tuas forças. Deixaram-me olhar para ti durante une segundos, ouvi o teu chorinho fraco e a seguir foram tratar de ti, precisavas de cuidados e de atenção. Não consigo dormir muito. Penso em ti, tão fràgil e tão forte, quero continuar a proteger-te como quando estavas no meu ventre, mas tenho medo de não saber fazê-lo como deve ser. Nunca brinquei com bonecas, os meus gestos de adolescente são descordenados, o meu desejo é que não existam ângulos, esquinas, objectos ponteagudos, degraus... Gostaria que o mundo que me rodeia se transformasse em nuvem fofinha ou em algodão, de repente tudo à minha volta tem um ar agressivo e perigoso para ti. Durante esse primeiro dia os médicos entram e saiem do quarto, as enfermeiras trazem os bébés às duas mães que partilham o quarto comigo, dizem-me que tu ainda não podes vir mas que estah tudo bem. Não me posso levantar, mesmo que quisesse os pontos e agrafos não mo permitem. A tua avo e as tuas tias vêm ver-me às 4 da tarde. Passaram antes pelo berçàrio, ainda é o meu nome que tens na pulseirinha do teu braço, eu não sabia se eras uma menina ou um menino, ainda não tens nome. Quando as enfermeiras te mostraram a elas através da montra do berçàrio, parece que lhes fizeste um enorme sorriso! Fico feliz em saber que estàs bem e que és maravilhosa. Jà conquistaste o coração de toda a gente, passamos a hora da visita a escolher o teu nome. Eu tinha pensado em Joaninha, é a criatura da natureza que mais me fascina. Tem a minha côr preferida, é forte mesmo parecendo fràgil, todos os protegem por ser o bichinho de Deus, vôa alto quando quer, protege as plantas... Seràs a minha Joaninha, mas para todos seràs Clàudia, nome escolhido pela Carla. Ainda vou passar mais um dia sem te ver, mas vêm-me tirar leite para te alimentar, é como um fiozinho de ouro que nos une, o meu leite é forte e vai ajudar-te a recuperar depressa.
Quando finalmente te colocam nos meus braços para mamares, toco cada milimetro do teu corpinho, tu és o meu milagre, a minha maravilha!
Hoje, passados 36 anos, continuas a ser o meu milagre, a minha maravilha! Quero dizer-te hoje, no dia do teu aniversàrio, que te amo desde sempre, que tenho muito orgulho em ser tua mãe, que se deixei outras pessoas cuidarem de ti e te protegerem foi porque tinha pouca confiança em mim e pensava que essa era a melhor forma de o conseguir.
Penso que tens vàrios anjos da guarda na tua vida e mesmo que eles não se entendam entre eles, têm todos um objectivo comum: - PROTEGER-TE, AMAR-TE, OUVIR-TE, AJUDAR-TE!!! Não te preocupes com as discussões entre eles, segue o teu caminho aceitando cada um deles como uma dàdiva. Eu precisei deles para cuidar de ti, Deus pô-los no meu caminho para me completar e para que tu pudesses ter tudo o que te era necessàrio. Quando eles perceberem que essa ajuda faz parte do caminho deles, que ninguém os obrigou a nada mas que pelo contràrio foram sempre eles que se impuseram para a prestar, não haverà mais cobranças nem discussões.
Sabes meu amor, às vezes temos uma plantinha que amamos de todo o coração. Tentamos tratar dela o melhor que podemos e sabemos, mas mesmo assim não temos o conhecimento necessàrio para a fazer crescer e florir da melhor forma. Quando temos a sorte de encontrar um jardineiro cheio de experiência e que sabe exactamente como a regar, alimentar e proteger, (a tua avo), ficamos tão felizes que lhe entregamos a plantinha por algum tempo se isso fôr necessàrio, confiantes e agradecidos porque temos a certeza que ele vai fazê-la crescer e desabrochar. Por vezes o jardineiro vai precisar de ajuda para regar a plantinha e os ajudantes vão ajudà-lo mesmo se às vezes refilam e se perguntam porque é que o jardineiro não pede ajuda ao dono da plantinha. O jardineiro sabe que o dono da plantinha é cheio de boa vontade mas que isso não é suficiente, e além disso ele tem de trabalhar para poder fazer crescer a plantinha em boas condições.
Tu és a minha plantinha preciosa, e eu serei eternamente grata ao jardineiro e aos seus ajudantes por me terem ajudado a fazer com que tu crescesses e desabrochasses. Foram tantas as mudanças, viagens, aclimatações, que sem a ajuda deles sempre pensei que teria sido muito mais complicado. Não sei se tive razão, mas as minhas intenções eram as melhores do mundo e a minha confiança neles era ilimitada.
Um bom aniversàrio a ti minha plantinha preciosa. Não te chamaste Joaninha mas Deus deu-me montes de joaninhas para te proteger e te amar. Bem hajam todas elas, e que a tua vida continue a ser abençoada! Amo-te muito meu amor!
Beijos grandes e montes de luz no teu caminho.
Tua mãe

terça-feira, 11 de março de 2008

VERDADE



Diretrizes para o Reconhecimento da Verdade
A seguir estão algumas diretrizes para reconhecer a verdade.
- Se algo for verdadeiro, não gera o medo ou cria prejuízo.
- A verdade existe fora do tempo linear, entretanto vocês a acessam no tempo presente.
- Quando alguém insiste que somente a sua religião ou filosofia está certa, eles não estão apresentando a verdade, mas as energias da exclusão e do controle.
- Se algo de mérito suposto parecer falso quando o ouvirem primeiro, ou estiverem inseguros se devem confiar nisto ou não, fiquem abertos à possibilidade de que a idéia poderia ser parcial ou totalmente verdadeira.
- Com a informação que pareça ser pelo menos parcialmente verdadeira, questionem-se interiormente para descobrir que aspecto é verdadeiro, assim vocês não digerirão inconscientemente todo o pacote como verdadeiro.
- Quando alguém compartilha uma verdade do que lhes aconteceu pessoalmente, estejam dispostos de ouvir a sua participação sem julgamento, permitindo que a sua própria sabedoria interior e a sua experiência de vida lhes mostrem se e como ela se lhes aplica. Tenham cuidado ao absorver a verdade de alguém mais, como a sua, sem investigá-la primeiro totalmente.
- Quando vocês estiverem avaliando algo para determinar a sua verdade, lembrem-se de se deter o suficiente para ver a cena maior. Vocês conhecem algo da história passada da verdade? Vocês compreendem as implicações da verdade, tanto as grandes com as pequenas?
- Aprendam a fazer questões que investiguem mais intensamente. Exemplo: Quando vocês têm um sentimento de que algo é verdadeiro, não se precipitem ao tirar as conclusões. Indaguem-se interiormente para descobrir que parte de vocês acredita nisto (exemplo: os sistemas de crenças que vocês escolhem conscientemente para manter ou programar, que vocês herdaram de seu condicionamento anterior ou linhagem ancestral). Perguntem quais experiências pessoais de vida validam a verdade. Recordem de onde ou de quem vocês ouviram primeiro a verdade. Indaguem para saber se a verdade é resoluta, ou se ela é influenciada pelo dogma ou algo falso. Perguntem por que vocês acreditam que é verdadeiro. Então perguntem o que está em jogo para vocês, como um ser, se isto não for verdadeiro. O que vocês temem ver? Finalmente, perguntem que outras verdades vocês ligaram inconscientemente a esta verdade.
Apenas Vocês Podem Determinar O Que É Verdadeiro
Lembrem-se de que somente vocês podem determinar o que é verdadeiro para vocês. Outros podem apontar para isto, mas somente vocês podem descobri-la. Vocês podem encontrá-la, ao se dispuserem a viver além dos níveis superficiais, e através do questionamento consistente de sua realidade.
Quando algo for realmente verdadeiro para vocês, isto ressoará com o seu ser interior. A conexão parecerá tão forte que vocês saberão que é correto. Não é fácil ser assim confiante. Conhecer a sua própria verdade assim, envolve um elevado nível de consciência e desenvolvimento do discernimento agudo. Isto requer tempo e uma habilidade aprendida de ser capaz de passar através da ficção, camuflagem e ilusões e chegar à verdade.
Vocês podem fazer isto através de um processo do despertar espiritual. Este processo, para toda a humanidade que agora o experimenta, foi acelerado exponencialmente nestes tempos fundamentais. Se vocês se aplicarem sincera e consistentemente e estiverem dispostos a fazer o trabalho interior, as recompensas estarão além da medida. Ao fazerem o trabalho interior, vocês podem se tornar mais e mais verdadeiros. Enquanto vocês se tornam mais genuínos – libertando-se das camadas de seu eu não autêntico – naturalmente vocês serão capazes de acessar mais de sua verdadeira natureza autêntica.
Vocês têm o potencial em suas encarnações humanas para evoluir a sua consciência para um estado no qual todos os sentidos – incluindo a intuição – são totalmente utilizados para discernir a verdade. Quando vocês aprenderem a usar todos os seus sentidos juntamente com a sua razão e experiência prática, vocês terão entrado plenamente na luz. Esta luz brilhará abaixo em vocês, estará plenamente presente dentro de vocês, e emanará de vocês em todas as direções.
Enquanto vocês continuam a jornada da redescoberta de sua natureza Divina, nós os envolvemos com o nosso amor e bênçãos.
Nós somos o Conselho dos 12.
Tradução: Regina Drumond reginamadrumond@yahoo.com.br
Fonte Original em Português: http://www.novasenergias.net/selacia/findingyourtruth08.html
Inglês: http://www.selacia.com/
Direitos Autorais 2008 de Selacia, Canal para o Conselho dos 12. Todos os Direitos Reservados