Número total de visualizações de página

domingo, 6 de maio de 2007

MÃE ADOLESCENTE


Habito em ti,no teu corpo,no centro da tua barriga,dentro do teu útero.A água que me envolve é quente,aconchegante, onde durmo a maior parte do tempo.O meu corpo ainda não está totalmente formado, mas já consigo ouvir o doce tom da tua voz.Além de te ouvir, possuo poderes mágicos que me permitem sentir tudo o que sentes.


Conheço os teus anseios, as tuas dúvidas, os teus medos...


O meu corpo ainda é frágil e necessita de muitos cuidados.


Preciso que cuides de ti, que te alimentes bem, que evites fumar, e beber alcóol também.


Mais importante que isso, preciso que me ames ainda antes de me teres nos teus braços, mamã.


Gosto quando me fazes festas,e quando me falas com doçura nos teus passeios à beira mar.


Temos tantos anos pela frente, mamã... Tanta coisa para vivermos juntas, tu e eu...


Eu sei o que te vai no coração minha mãe.Sei que apareci inesperadamente, e que não te sentes preparada para cuidar de mim.


Mas eu sou uma menina guerreira mamã, e serei sempre assim pela vida fora.


A força da vida que já me habita, irá vencer todos os obstáculos, porque quero e preciso muito vir a este plano para ser e fazer coisas pela vida,e para a vida.Contigo...


Tu ainda não sabes, mas duras provas ainda te aguardam, e eu vim para te ajudar.Com o meu amor, a minha força, e a minha alegria também.


Se tu pudesses , tal como eu, vislumbrar um pouco do futuro, irias entender o quanto a minha vinda vai mudar a tua vida, para melhor.Irias ver incrédula, o teu patinho feio transformar-se em cisne. Darte-ei os abraços mais apertados,e os beijos mais gostosos que alguma vez imaginaste receber.


Um dia, também eu serei mãe de um rapaz, e nem sonhas o amor, que por ele vais sentir.


Não te preocupes em relação à tua tenra idade, nem à insegurança que tens por não saberes cuidar de um ser tão frágil. A tua mãe vai ajudar-te e tudo se vai resolver.


Prepara-te para a minha chegada trazendo felicidade para dentro do teu coração, porque é lá que eu estou, e sempre estarei.


Assim que sentires a minha chegada, aceita-a como uma benção.Relaxa o mais que puderes, para não sentires dor.É que o cordão que me liga a ti é tão forte, que se enrolou todo no meu pescoço .Se não tiveres medo, será mais fácil. Poderei respirar melhor, para ir mais depressa para o teu colo, para perto de ti.


Quando eu chegar, dá-me as boas-vindas, e alimenta-me com o teu doce leitinho.Conta-me histórias de encantar, canta-me canções de embalar...


Serei a única filha biológica que irás ter,o teu útero irá rejeitar todas as outras sementes que lá quiserem ficar.Isso faz de nós as duas, dois seres muito especiais.Por isso te digo que nasci contra tudo e contra todos.Sou determinada, e não perderei a oportunidade de te ter a iluminar a minha vida.Ou não será isso dar à luz? Enquanto estou no teu ventre, somos uma só, e apesar de nos irmos afastar muitas vezes por longos períodos de tempo ao longo da vida,nada nem ninguém nos irá tirar a unidade original que formamos.


Por isso te digo mãe querida:afasta os temores que te cercam, enxuga as lágrimas que teimam em cair,para que em silêncio te apercebas do milagre que Deus depositou em ti.


Amo-te...


(Cláudia)


6 comentários:

Izabel disse...

Meu amor
Estou aqui há uma hora a tentar responder ao teu texto maravilhoso e profundo, e não encontro palavras capazes de exprimir o que sinto.
Quantas vezes desejei ter a capacidade de te reintroduzir no meu ventre para te proteger, mas só tinha os meus braços, as minhas convicções, a minha força feita de fragilidade.
As minhas decisões e escolhas podem não ter sido as melhores mas eram as unicas que me permitiam alguma dignidade e independência para te ajudar a crescer, para fazer de ti uma mulher independente e capaz de escolher o seu caminho com a melhor bagagem possível.
Amo-te minha filha. Um bom dia da mãe para ti também. Tu és e serás sempre a minha maravilha, a minha razão de ser!

Cláudia disse...

p/mãe- A tua força feita de fragilidade, é o que mais me encanta em ti, e não importa que escolhas fizeste, nem que rumos tomámos. O que importa é o amor que nos une.beijo grande ...

Jonice disse...

Cláudia!
Tua partilha neste relato provoca em mim sentimentos profundos e muito, muito lindos... Além de ter a capacidade de aumentar algumas chamas que já habitam em meu coração e desta forma me sinto presenteada. Muito obrigada querida!
Desejo a ti, tua mãe e teu filhote felicidade enorme!!!
Beijinhos :)

Cláudia disse...

p/jonice-Lindas são as tuas palavras, querida Jo.Na realidade, este foi um presente de minha criança interior, a quem um dia eu decidi dar voz, através de palavras.Só o amor que sinto pela mulher que me pôs no mundo, é que me poderia dar a coragem para publicar algo escrito por mim.Penso que isso é a coragem.É saber que o medo não oferece resistência ao amor.Felicidade redobrada para ti...

tb disse...

o milagre da multiplicação da vida e das escolhas que fazemos. :)

Cláudia disse...

p/ tb- É um milagre... Haverá algo mais belo do que o milagre do amor?