Número total de visualizações de página

segunda-feira, 17 de outubro de 2011

LAÇOS INFINITOS





Existe dentro do meu coração, um lugar onde guardo os meus laços infinitos.
Laços etéreos, que não têm peso e nem medida.
Que não são visíveis, que palavra alguma poderá descrever.
São laços que me ajudam a viver na Terra, com a certeza que vim do céu.
São laços que me ligam a outros corações.
Corações, que choram, que riem, e que se aflijem como o meu...
Mas que se distinguem dos outros corações, porque o fazem comigo.
Olhares que choram, que riem, e que se assustam, como eu...
Mas diferentes dos outros olhares, porque conseguem ver a minha alma.
Braços que abraçam, que seguram, e que apertam, como os meus...
Mas são braços nos quais eu me sinto segura, pois também eles tocaram os meus.
Foram esses corações, com esses olhares profundos, e esses abraços apertados, que me mostraram o amor que existe dentro de mim.
Sempre que me esqueci, que sou amor.
Sempre que me senti, distante desse amor.
Hoje, um desses laços parte para longe, e eu sinto-me desfeita.
Agarro-me aos laços, e aperto os nós com todas as minhas forças.
Sou invadida pelo apêgo, e não quero soltar...
Não tenho coragem de me despedir, entre soluços.
O amor que existe dentro de mim, doi muito.
É por isso que por vezes eu já não quero saber do amor.
Não quero mais laços, não abro o meu coração, desvio os olhares, e enfio as mãos nos bolsos.
Mas os laços que já colhi, são infinitos, não há meio de serem desfeitos...
Que irá restar de mim, quando todos os laços tiverem partido?
Quem restará para me dizer que eu tenho todo este amor aqui dentro?
De cada vez que um laço se afasta de mim, nesta vida de constante mudança,
Eu fico a pensar que tamanho terá o meu coração.
Porque cada um leva um pedaço de mim, e eu sinto-me cada vez mais pequena.
Como quando era criança, e vi tudo e todos os que amei partirem.
Um a um...
E como me senti impotente, nesses momentos desoladores.
Mas foram estes laços infinitos que me ajudaram a reunir partes que julgava perdidas para sempre.
Que me ajudaram a ter esperança outra vez, que me limparam as lágrimas
Que me mostraram que as minhas fraquezas eram afinal, a minha força.
E agora, justamente agora, que me sinto perdida outra vez, eles vão para longe.
Sentindo-me outra vez abandonada e só, escuto em silêncio , a voz do meu anjo...





"Os laços infinitos apareceram para te lembrar quem és e de onde vens.
Para te mostrar que o teu coração é tão imenso, e tão precioso, que tem de ser espalhado pelo mundo, pelos laços que já tocaram o teu.
Tal como o coração dos teus laços, que irão permanecer contigo, para sempre, para que os espalhes, por onde quer que vás.
Por isso são infinitos.
E se antes eras uma criança, que se sentia impotente,
Hoje sabes que outros laços virão, para que juntes aos que já criaste.
Esses que sabes que nunca mais vais perder.
Aqueles que em criança, julgaste ter perdido.
E vais perceber que o amor nunca perde.
Que o amor, não tem tamanho, e nem distância.
E que afinal todos os laços, estão dentro de ti, e que sempre que o amor doi, é apenas para te lembrar, que o laço infinito, que julgavas ter perdido,
És... TU."


Cláudia
(Dedico, a vocês, Eve e Méa.Meus laços infinitos de luz...)

4 comentários:

Amaral disse...

No fundo, no fundo, sabes mesmo que não estás perdida. Nem mais pequena nem mais frágil.
No fundo, Tu sabes que a ilusão te faz sentir abandonada porque o Deus que está em Ti QUER sentir essa forma de esplendor.
O teu anjo escolherá os momentos para te lembrar desses laços infinitos que Te unem ao Infinito.
Não estás só, como sabes!...
Quando a ilusão te faz pensar que estás perdendo algo, a Verdade reúne ao teu redor a imensidão do amor que não tem tamanho nem distância, aquele amor que nunca perde...

Cláudia disse...

Verdade Amaral,serás sempre uma voz que ressoa a verdade em mim.E através da tua participação, eu consigo conhecer-me um pouco melhor.E é tão receber de ti, essa validação de que não estou só.Mas estou perdida, sim, porque por mais que tente, eu ainda não me encontrei.Obrigada por vires aqui.Conta muito para mim.Um grande abraço entrelaçado, no teu coração...

mea disse...

Minha querida,
és linda...

Os laços que nos unem são Eternos e Infinitos e como se costuma dizer não há longe nem Distância, só existe um Eterno Presente.

E o teu Amor é mesmo um Presente!

Grata por existires na minha vida!

Te Amo sempre

Cláudia Veiga disse...

Disseste tudo Méa... Te amo sempre até esse infinito sempre presente, embrulhado em laços de amor. Grata a ti minha querida. Grata!