Número total de visualizações de página

quarta-feira, 13 de janeiro de 2010

DESEJO-TE TEMPO




Não te desejo um presente qualquer,

Desejo-te somente aquilo que a maioria não tem.

Desejo-te tempo, para te divertires e para sorrir;

Desejo-te tempo para que os obstáculos sejam sempre superados

E muitos sucessos comemorados.

Desejo-te tempo, para planear e realizar,

Não só para ti, mas também para os outros.

Desejo-te tempo, não para ter pressa e correr,

Desejo-te tempo para te encontrares,

Desejo-te tempo, não só para passar ou vê-lo no relógio,

Desejo-te tempo, para que fiques;

Tempo para te encantares e tempo para confiares em alguém.

Desejo-te tempo para tocares as estrelas,

E tempo para crescer e amadurecer.

Desejo-te tempo para aprender e acertar,

Tempo para recomeçar, se fracassares...

Desejo-te tempo também para poder voltar atrás e perdoar.

Desejo-te tempo, para ter novas esperanças e para amar.

Não faz mais sentido protelar..
Desejo-te tempo para ser feliz.

Para viver cada dia, cada hora como um presente.

Desejo-te tempo, tempo para a vida.

Desejo-te tempo. Muito TEMPO!


(Recebido por e.mail-desconheço o autor)

6 comentários:

Amaral disse...

Que bom voltar a ler-te!
Quem dera ter esse tempo "todo", minha amiga!
Sei que vou ter "todo ele", algures fora daqui.
Mas vou ter saudades deste "teu" tempo.
Deste tempo que me enriquece, só de ler e sentir.
Desejo-te tempo!
Para ti!

Neto. disse...

É amiga, o tempo passa e não notamos. Um dos meus livros favoritos é uma fábula escrita por Michael Ende (escritor de A história sem fim), "Manu, a menina que sabia ouvir". Nas últimas edições aqui no Brasil ele foi "rebatizado" para "Momo, o senhor do tempo",na qual vilões roubavam o tempo das pessoas enganando-as, dizendo que para viver melhor eles teriam que economizar tempo e trabalhar mais, desta maneira não havia mais conversas animadas, brincadeiras, descontração, só angústia e tristeza.

Nos dias de hoje, parece que estes vilões realmente existem, eles nos fazem distanciar dos amigos, das alegrias para que continuemos "economizando" tempo sem percebermos que na verdade, estamos sendo roubados do Carpe Diem.

Uma coisa eu sei: sempre terei tempo para ler suas sábias palavras.

Beijo,

Neto.

Cláudia disse...

p/Amaral-Que bom digo eu!Amigo,estou certa de que o teu tempo foi, e é ainda muito bem aproveitado.És um ser MARAVILHOSO, que sabe amar.A vida! E isso é o único tempo que precisamos...Eu adoraria ter escrito este texto, mas... Não fui eu.Foi mais um presente que recebi da minha fada baby.Que apesar de estar longe, está sempre perto.Como tu...

p/Neto-Fiquei muito curiosa sobre o livro que me sugeriste.Vou procurar e se encontrar, prometo deixar um recado no berelando!Conheço bem o senhor do tempo de que falas.Eu chamo-o de sr.ego.Conforme disse ao Amaral,não fui eu que escrevi este post, e sim o anterior, no entanto fiz, oque sempre faço quando recebo coisas belas.Partilho...
Que prazer receber tua visita.E saber que vais voltar!Obrigada...

hallochen disse...

eu gostaria informar o seguinte:

ELLI Michler (1923 - 2014) www.ellimichler.de
tem 1987das poema "eu desejo-lhe tempo" (em alemão: Ich wünsche dir Zeit)
escrito.
Este poema foi traduzido para muitas línguas e
reimpresso em inúmeros livros.
A partir deste poema já existem muitas configurações musicais.

Uma tradução autorizada pode ser encontrada, inter alia, aqui:
http://www.ifb.pt/documents/11202/21966/inforbanca_80.pdf

Desejo-te tempo
Não te desejo todos os bens do mundo,
Apenas te desejo aquilo de que gosto mais:
Desejo-te tempo – para sorrires, para rires.
Usa-o bem – podes vir a conseguir.

Desejo-te tempo para acções e pensamentos,
Não só para ti, mas também para os outros.
Desejo-te tempo, não para pressas e correrias,
Mas para te instalares, aí, onde pertences acima de tudo.

Desejo-te tempo, não para esbanjares,
Mas para teres e conservares, deixando algum de sobra
Para te emocionares perante a vida, para confi ares no seu curso,
Em vez de seguires o ritmo infl exível das horas.

Desejo-te tempo para alcançares as estrelas
E tempo para cresceres, para seres quem és.
Desejo-te tempo para esperanças novas, para amares de novo.

Desejo-te tempo para te encontrares,
Para encher cada dia, cada hora, de alegria.
Desejo-te tempo para esqueceres o que precisas.
Desejo-te: tempo para viveres!

Elli Michler, “I wish you time”, Selected poems
© Don Bosco, Munique, 2003.


Consulte também :
https://lideratuavida.blogspot.de/2010/05/desejo-te-tempo.html


Corrija seus comentários em conformidade.

Os direitos autorais © tem Don Bosco Verlag, em Munique.

Sinceramente seu

hallochen disse...

eu gostaria informar o seguinte:

ELLI Michler (1923 - 2014) www.ellimichler.de
tem 1987das poema "eu desejo-lhe tempo" (em alemão: Ich wünsche dir Zeit)
escrito.
Este poema foi traduzido para muitas línguas e
reimpresso em inúmeros livros.
A partir deste poema já existem muitas configurações musicais.

Uma tradução autorizada pode ser encontrada, inter alia, aqui:
http://www.ifb.pt/documents/11202/21966/inforbanca_80.pdf
Desejo-te tempo
Não te desejo todos os bens do mundo,
Apenas te desejo aquilo de que gosto mais:
Desejo-te tempo – para sorrires, para rires.
Usa-o bem – podes vir a conseguir.

Desejo-te tempo para acções e pensamentos,
Não só para ti, mas também para os outros.
Desejo-te tempo, não para pressas e correrias,
Mas para te instalares, aí, onde pertences acima de tudo.

Desejo-te tempo, não para esbanjares,
Mas para teres e conservares, deixando algum de sobra
Para te emocionares perante a vida, para confi ares no seu curso,
Em vez de seguires o ritmo infl exível das horas.

Desejo-te tempo para alcançares as estrelas
E tempo para cresceres, para seres quem és.
Desejo-te tempo para esperanças novas, para amares de novo.

Desejo-te tempo para te encontrares,
Para encher cada dia, cada hora, de alegria.
Desejo-te tempo para esqueceres o que precisas.
Desejo-te: tempo para viveres!

Elli Michler, “I wish you time”, Selected poems
© Don Bosco, Munique, 2003.


Consulte também :
https://lideratuavida.blogspot.de/2010/05/desejo-te-tempo.html


Corrija seus comentários em conformidade.

Os direitos autorais © tem Don Bosco Verlag, em Munique.

Sinceramente seu

Barbara disse...

Este poema é de Elli Michler www.ellimichler.de ,
poetisa alemã , nascida em 1923 e morta em 2014 .
Em português:
https://www.donbosco-medien.de/desejo-te-tempo/b-494/212
https://www.donbosco-medien.de/a-vida-as-obras-a-poesia-desejo-te-tempo/b-494/208
http://lyricstranslate.com/en/ich-w%C3%BCnsche-dir-zeit-eu-desejo-te-tempo.html
https://lideratuavida.blogspot.de/2010/05/desejo-te-tempo.html
http://italostephanarquiteto.blogspot.de/2011/04/o-que-eu-te-desejo.html
Muitas saudações
Barbara (A Filha de Elli Michler)