Número total de visualizações de página

quinta-feira, 7 de junho de 2007

RENDIÇÃO


Até que os seus joelhos finalmente batam no chão, você só está a brincar à vida.

O momento da rendição não é quando a vida termina.É quando ela começa.


Não que esse momento de descoberta- esse apelo a Deus- seja a suprema felicidade e que daí em diante seja tudo um Paraíso. Você iniciou simplesmente a escalada. Mas percebe que já não está a andar em círculos em torno do sopé da montanha, sem chegar realmente a lado nenhum, a sonhar com o topo mas sem saber como há de lá chegar. Para muita gente, as coisas têm de ficar muito negras para que se opere uma mudança. Quando você bate verdadeiramente no fundo, dá-se uma libertação estimulante.

O reconhecimento de que há um poder no Universo maior do que o seu e que este poder pode fazer por si aquilo que você não pode. De repente, o seu último recurso parece ser uma solução muito boa.

É irónico. Passa a sua vida inteira a resistir à noção de que existe alguém mais esperto do que você e, então, de repente, fica muito aliviado por perceber que afinal isso é verdade. De repente, já não é demasiado orgulhoso para pedir ajuda.

É isso que significa render-se a Deus...
( Marianne Williamson-Regresso ao Amor)

7 comentários:

Jonice disse...

Perfeito! Nem mais...
Bom fim de semana e beijinhos :)

Cláudia disse...

p/jonice- és um amor, jonice.Bom fim de semana para ti também.

Luzidium disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Cláudia disse...

Até que os joelhos finalmente batam no chão... Comigo também foi assim. Ainda que não tenha de ser assim para toda a gente, essa também parece ser a minha formatação.Obrigada por deixares o teu brilho, tão visível na foto.Estão lindos os dois...

Sara Teixeira disse...

Obrigada pelo teu post no meu blog;)

Já tinha várias vezes passado por aqui, gostei muito...
É mesmo assim...lindo quando nos abandonamos e deixamos ir! A vida é fabulosa assim!

Beijinhos

Marcelo disse...

Sinto bem claramente em mim esse poder universal.
Creio que Deus está em todos os lados, em todas as pessoas e em toda beleza.

Tem um agradecimento pra você em meu blog, tá?
Beijinhos.

Cláudia disse...

p/sara teixeira-Não tens nada que agradecer.Adorei o teu trabalho,a tua criatividade.A entrega torna o nosso fardo bem mais leve,é um retorno à inocência, daí a sua extrêma beleza...

p/marcelo- O post que vou publicar hoje, será dedicado a ti. Deus está em teu blog também por isso não tens nada que agradecer...