Número total de visualizações de página

segunda-feira, 28 de maio de 2007

VALOR


Você é filho de Deus. Você foi criado num relâmpago ofuscante de criatividade, um pensamento primitivo quando Deus se expandiu a Si Mesmo em amor.

O amor é imutavél e por isso você também o é. Nada do que alguma vez tenha feito ou alguma vez venha a fazer pode danificar a perfeição aos olhos de Deus. Você é merecedor aos olhos Dele por aquilo que você é, não por aquilo que faz.

O que você faz ou não faz não é o que determina o seu valor essencial - o seu crescimento talvez, mas não o seu valor. É por isso que Deus o aprova e o aceita totalmente, exactamente como você é. De que poderia não gostar? Você não foi criado em pecado; você foi criado em amor...


" Nada do que você faz, pensa, deseja ou realiza é necessário para

determinar o seu valor."


( Regresso ao Amor - Marianne Williamson )

8 comentários:

Luis Carlos disse...

Olá Claudia,

Sinto tudo o que escreveste, como verdadeiro.

Apenas um ponto me "incomoda", que é a referência a "Ele" "Deus". Esta concepção de que Deus é homem, masculino. Eu tento fazer referência a Deus sem usar o masculino, uso a palavra "Deus" ou "Deusa".

Agradecido por este bonito texto.

Luis Carlos

Jonice disse...

Amor. Sempre...
Adoro teus posts, Cláudia.
Muito obrigada pela doçura de tua resposta no outro post :)
Beijinhos querida

Flor disse...

Minha querida sobrinha.

Deixo aqui uma frase fantástica que nos ajuda cada dia a sermos umas melhores pessoas, mais conscientes e mais iluminadas. A jornada não é fácil? Isso depende só de mim, de ti, de cada um de nós! Mas uma coisa eu tenho certeza, seria realmente mais difícil se fizeste parte da minha vida, assim quiz nosso Pai... Minha linda iluminadora do meu caminho. Bem já me estou a esticar :), aqui vai a frase maravilhosa:
“O QUE SAI DE SI DETERMINA O QUE ENTRA”

Flor disse...

Errata:

(...) onde se lê "se fizeste parte" deverá ler-se "se não fizesses parte"(...)

Eheheh

Meia Lua disse...

Este é exactamente o ponto chave e se calhar o que determina a nossa auto-estima. O amor por sermos quem somos, o amor pelo qual fomos gerados.
:) beijinho grande :*

Luzidium disse...

Era bom que as pessoas se convencessem de uma vez o quão especiais são : )

Agradeço-te muito pela tua simpatia e pela tua luz Cláudia, caminhamos juntos rumo à realidade universal...

Beijos luminescentes

Cláudia disse...

p/luis carlos- Acho que faz sentido utilizarmos o masculino se nos referimos a Deus, ou femenino se nos referimos a Deusa. No entanto, Deus é aquilo que cada um escolhe, acredita e como o sente.Eu acredito que ele é tudo, o todo, e está em todos, por isso é o femenino e o masculino também. Confesso-te que quando falo ou escrevo a Deus, dirijo-me sempre ao Pai universal ( ou paizinho) como carinhosamente o gosto de chamar.E ele, ela(ambos), sempre me atendem sem excepções.Penso que o facto de rotularmos as coisas é um aprendizado da personalidade e não do ser.Agradeço a tua visita, tal como o teu ponto de vista, que apesar de ser diferente do meu me engrandece como ser femenino que sou.

Cláudia disse...

p/jonice- E quanto amor nas tuas palavras doces também... És um amor...

p/flor- Tu sabes que és, e fazes parte da minha bagagem essencial nesta jornada.O que seria de mim sem a mais bela flor do meu jardim?
Gostei da frase.Dá que pensar... Semeia aquilo que queres colher.Isso é Serviço. Bonito.

p/meia lua- Imagina a mudança que seria se ensinassem isto nas escolas.Temos uma noção muito errada dos valores.Pouco sabem que são amados assim, porque se soubessem ,o problema da falta de auto-estima seria erradicado do mundo.Beijo do tamanho da lua cheia que está hoje no céu.

p/luzidium- Especias, amados e inteiros.Não é maravilhoso? Continua a brilhar que eu estou contigo.Bjo brilhante para ti...