Número total de visualizações de página

terça-feira, 16 de maio de 2006

CANÇÃO DA CHUVA


Eu sou dotada de fios prateados deixados cair do céu pelos Deuses.
Então a natureza toma-me, para adornar os seus campos e vales.

Eu sou lindas pérolas, arrancadas da Coroa de Ishtar
pela filha da Madrugada para embelezar os jardins.

Quando eu choro os montes riem-se;
Quando me rebaixo, as flores rejubilam;
Quando me curvo, todas as coisas se exaltam.

O campo e a nuvem são amantes
E entre eles eu sou a mensageira da piedade.
Eu sacio a sede de um;
Eu curo o padecimento de outro.
A voz do trovão declara a minha chegada;

O arco-íris anuncia a minha partida.
Eu sou como a vida terrena, que começa
Aos pés dos elementos loucos e termina
Sob as asas erguidas da morte.

Eu emerjo do coração do mar e
Pairo com a brisa.Quando vejo um campo com
Necessidade, eu desço e abraço as flores e
As árvores num milhão de pequenas maneiras.

Eu toco suavemente nas janelas com os meus
Dedos macios, e a minha proclamação é uma
Canção bem-vinda.Todos podem ouvir, mas apenas
Os sensíveis podem compreender.

O calor no ar dá-me à luz.
Mas por minha vez eu mato-o,
Como uma mulher vence um homem com
A força que lhe tira.

Eu sou o suspiro do mar;
O riso do campo;
As lágrimas do céu.

Também com o amor
Suspiros do mar profundo da afeição;
Riso do campo colorido do espírito;
Lágrimas do céu interminável das lembranças.

( Kahlil Gibran-Lágrimas e Risos )

13 comentários:

Amaral disse...

O que te posso dizer é que adorei este poema. Tanta poesia nos versos deixa-nos completamente alimentados. Parabéns pela escolha!
"Eu sou o suspiro do mar; o riso do campo; as lágrimas do céu." - belo!...

Cláudia disse...

É com humildade que aceito os teus parabéns, e com enorme prazer que te recebo aqui de novo.Mais canções do Kahlil se seguirão, e espero que te alimentem sempre o coração.Um suspiro no mar para ti meu amigo...

LIJEALSO disse...

desenho vivos...as palavrastambém. Bela combinação.

Cata disse...

Eu sou o suspiro do mar;
O riso do campo;
As lágrimas do céu.

Adorei! às vezes também me sinto chuva, recolho suspiros, risos e lágrimas. E tudo me completa.

eveonclouds disse...

És a chuva que cai, o vento que passa e as nuvens de onde te observo a crescer.... deixa-me aqui pousar: gosto de te ver crescer, todos ops dias...

Carlos disse...

Teu corpo claro e perfeito,

Teu corpo de maravilha,

Quero possuí-lo no leito estreito da redondilha...

Teu corpo é tudo o
quecheira...

Rosa...flor de laranjeira...

Teu corpo, branco e macio, ë como um véu de noivado...

Teu corpo é dourado...

Rosal queimado do estio,

Desfalecido em perfume

Teu corpo é chama e flameja

Como à tarde os horizontes...

E puro como nas fontes

A água clara que cereja,

Que em cantigas se derrama...

Volúpia da água e da chama...

A todo o momento o vejo...

Teu corpo...a única ilha

No oceano do meu desejo...

Teu corpo é tudo o que brilha,

Teu corpo é tudo o que cheira...

Rosa, flor de laranjeira...

Cláudia disse...

Aqui, tudo é vida, que brilha sempre mais quando alguém espreita pela primeira vez.Volta sempre...

Cláudia disse...

Amigaaaaaaaa, que bom descobrir-te por aqui! E que lindo que está o teu blog!és completissíma, com tudo o que tens.Dúvidas??

Cláudia disse...

p/eveontheclouds-Se não fosses tu a regar-me com tuas orquideas, seria apenas uma sementinha, e não poderia ver a linda chuva que cai...Continua então sempre a regar-me assim para que eu possa crescer muito, muito,.....

Cláudia disse...

p/carlos-Que surpresa chegar aqui e encontrar um poema destes.Que bonito, e que bom que é cheirar a flor de laranjeira.....

Anónimo disse...

Super color scheme, I like it! Good job. Go on.
»

Anónimo disse...

I say briefly: Best! Useful information. Good job guys.
»

Anónimo disse...

I find some information here.