Número total de visualizações de página

terça-feira, 11 de setembro de 2012

NÃO MORREREI UMA VIDA NÃO VIVIDA

"Não vou morrer com uma vida não vivida.
Não vou viver com medo de cair ou de pegar fogo.
Eu escolho habitar meus dias,
Para permitir que a vida me abra,
me tome os medos,
me torne mais acessível.,
solte o meu coração até que ele ganhe asas,
se torne uma tocha, uma promessa...
Eu escolho arriscar a minha importância
de modo que o que chegue a mim como semente,
vá para o próximo como flor...
e o que me chegue como flor, se vá como frutos.."

(Dawna Markova)

2 comentários:

Amaral disse...

Nos caminhos lisos e tortuosos da vida deparamos com inúmeras sementes, flores e frutos que proporcionam, sempre, a tal vida bem vivida.
Escolher, actuar, vivenciar, através de janelas abertas, portas semi-fechadas, medos que se transformam, asas que fazem voar corações inquietos e adormecidos.
Nem sempre a vida nos sorri... mas, também, nem sempre ela nos assusta...

Cláudia disse...

P/Amaral:é isso mesmo! Isso tudo que escreves.As sementes que semeias aqui, imediatamente se transformam em flores coloridas e frutos deliciosos.
Obrigada pela tua maravilhosa presença...