Número total de visualizações de página

quinta-feira, 11 de fevereiro de 2010

CURA E INTEGRIDADE



Curar,é fazer feliz.
Eu disse-te para pensares em quantas oportunidades tens tido para alegrares-te, e quantas tens recusado.
Isso é o mesmo que dizer-te que te tens recusado a curar-te.
A luz que te pertence, é a luz da alegria.
A radiância não está associada com o pesar.
A alegria suscita uma disposição integrada da vontade, para compartilhá-la, e promove o impulso natural da mente, para responder como uma só.
Aqueles que tentam curar sem ser totalmente alegres, suscitam simultaneamente diferentes tipos de respostas, privando assim os outros, da alegria de responder com todo o coração.
Para ser de todo o coração, tens que ser feliz.
Se medo e amor não podem coexistir, se é impossivel estar totalmente amedrontado e permanecer vivo, o único estado possível de forma total, é o do amor.
Não há diferença entre amor e alegria.
Assim sendo, o único estado que é totalmente possível, é o de total alegria.
Curar ou alegrar, é portanto, o mesmo que integrar e unificar.
Por isso é indiferente a que parte, ou através de que parte da Filiação é
oferecida a cura.
Todas as partes são beneficiadas, e beneficiadas igualmente.
Tu estás sendo abençoado por qualquer pensamento benéfico de qualquer dos teus irmãos,em qualquer lugar.
Por gratidão,deverias querer abençoa-los em retribuição.
Não precisas conhecê-los individualmente, nem eles a ti.
A luz é tão forte,que se irradia através da Filiação, e retorna os agradecimentos ao Pai, por irradiar sobre ela a Sua alegria.
Só as crianças santas de Deus são canais dignos da Sua bela alegria, porque só elas são suficientemente belas para mantê-la por compartilhá-la.
É impossivel para uma criança de Deus amar o seu próximo, a não ser como a si mesma.
Por isso, a oração daquele que cura é :

"Que eu conheça a esse irmão como conheço a mim mesmo"

( Um curso em milagres -Texto retirado daqui:http://www.global-miracles.net/Portuguese_AM/publications_port/UCEM/ucem.html)

2 comentários:

Neto. disse...

Compartilhar alegrias é como espalhar perfume no ar, algumas gotas sempre acabam por cair em nós mesmos.

Cláudia disse...

p/Neto-É isso mesmo amigo! E como é doce o teu aroma... Tuas gotas são muito bem-vindas por aqui.Obrigada...