Número total de visualizações de página

quarta-feira, 22 de agosto de 2007

RECIPROCIDADE


Hei-de querer-te com a mesma força que me quiseres.

Hei-de encontrar-te nos mesmos recantos onde me encontrares.

Hei-de amar-te com a mesma intensidade que me amares.

De mim, não encontrarás imposições, e muito menos condições.

Mas peço-te...

Nunca tentes invadir aquilo que só a mim pertence.

Não tentes tomar posse do que em mim é um direito nato.

Respeita os meus silêncios, tolera as minhas inseguranças,

Apoia-me nos meus medos infantis, abraça a minha extrêma vulnerabilidade, e agarra-te á minha força.

Faz-me saber com o teu olhar, que caminhamos juntos, unidos.

Com total liberdade e espaço para seres quem és, e eu, ser quem eu sou.

Só assim será possivél o nosso encontro, bem no centro da reciprocidade do amor...


Cláudia.

6 comentários:

tb disse...

belíssimas e iluminadas palavras...fiquei a ouvir em silêncio a música que acalma.
Beijinho

Luis Carlos disse...

Olá Cláudia,

Profundidade, muita profundidade.

Sentimento, muito sentimento.

Amor, muito amor

Até já,

Minda disse...

Somos um grupo de amigos, vizinhos da blogosfera, e estamos a pensar criar uma rede de blogs almadenses, uma espécie de “ponto de encontro”, blog-fórum, ou algo parecido, um lugar virtual onde possamos nos encontrar e saber uns dos outros, trocar ideias, partilhar experiências, conversar, rir... (em suma, fazer o que nos apetecer) e gostaríamos que aderisses ao projecto e nos apresentasses o teu contributo. Passa pelo INFINITO’S e deixa-nos a tua opinião. Obrigada.

Jonice disse...

Adorei!! Isto é lindo, Cláudia!!!
E para além de adorar, imaginei estas linhas musicadas e cantadas por alguém com uma bela voz. Fazes música? Ou tens alguém amigo que a faça? Não gostaria de tentar? Imaginei... só sei imaginar música...
Tem um ótimo fim de semana, querida.
Beijinho :)

eremita disse...

Só assim!
Sábias são tuas palavras.
Que assim seja então.
Fraterno abraço e bom fim-de-semana

Cláudia disse...

p/tb- Obrigada por deixares a tua sensibilidade em palavras que me são queridas.beijo...

p/luis carlos- Profundos agradecimentos por tuas palavras amorosas...

p/minda-Já passo por lá.Obrigada.

p/jonice-Querida, até me deixas sem jeito com tanto elogio...Não faço, nem tenho amigos que façam música, mas se quiseres aproveitar estás á vontade.Imagina só uma música escrita por mim :)! Só tu...

p/eremita- Assim é como desejo.Será feita a minha vontade? Só Deus sabe...Fraterno abraço para ti eremita, e obrigada pela visita.