Número total de visualizações de página

segunda-feira, 23 de abril de 2007

CANÇÃO DA ALMA




Nas profundezas da minha alma há
Uma canção sem palavras, uma canção que vive
Na canção do meu coração.
Ela recusa-se a misturar-se com tinta no pergaminho ;
Ela envolve a minha afeição
Num manto transparente e flui,
Mas não nos meus lábios.
Como posso eu suspirá-la?
Temo que ela se possa misturar com o éter terreno;
A quem posso eu cantá-la?
Ela habita na casa da minha alma,
Com medo dos ouvidos severos.
Quando olho para os meus olhos interiores
Eu vejo a sombra da sua sombra;
Quando toco na ponta dos meus dedos
Eu sinto s suas vibrações.
As escrituras das minhas mãos estão conscientes da sua
Presença tal como um lago deve reflectir
As estrelas cintilantes; as minhas lágrimas
Revelam-na, tal como as gotas brilhantes do orvalho
Revelam o segredo duma rosa que murcha.


É uma canção composta pela contemplação,
E publicada pelo silêncio,
E afastada pelo clamor,
E dobrada pela verdade,
E repetida pelos sonhos,
E compreendida pelo amor,
E escondida pelo despertar,
E cantada pela alma.


É a canção do amor;
Que Caim ou Esau a poderia cantar?
É mais perfumada que o jasmim:
Que voz a poderia escravizar?
É dirigida ao coração, como o segredo de uma virgem;
Que cordão a poderia estremecer?
Quem se atreve a unir o rugido do mar
Com o canto do rouxinol?
Quem se atreve a comparar a tempestade gritante
Com o suspiro de uma criança?
Quem se atreve a dizer alto as palavras
Que deveriam ser ditas pelo coração?
Que humano se atreve a cantar
A canção de Deus?

( Kahlil Gibran- Lágrimas e risos)

2 comentários:

Amaral disse...

A canção do amor, tão bela e tão forte, tão cheia e vibrante!
Uma visita que valeu pela riqueza, pela saudade...
Que bom!!!

Cláudia disse...

O teu entusiasmo deixa-me emocionada amaral.Que boas vibrações tu emanas com as tuas palavras!Tenho hesitado em publicar a canção do homem, também do Kahlil, porque a acho triste, apesar de profunda, mas prometo trazê-la em breve, tendo em conta que tal como eu, vibras com as canções deste ser tão maravilhoso.