Número total de visualizações de página

segunda-feira, 11 de setembro de 2006

A ALMA GOLFINHO


A alma golfinho está a deixar a Terra, ou seja, a espécie dos golfinhos está em extinção. Os golfinhos estão a acorrer às praias. estão a criar doenças entre si. é a sua forma de recusar continuar a viver sobre a Terra. Sentem que não conseguem cumprir o propósito para o qual nasceram. Portanto, vão-se embora. As suas mortes não são suicídios porque não estão assustados. Estão exaustos.
A alma golfinho manifesta-se - os golfinhos nascem - para trazer amor, vida e criatividade aos oceanos. Manifestam-se para formar uma ponte de alegria, amor e inteligência entre o reino aquático e o reino humano. Não o conseguem fazer.
A nossa espécie só tenta alcançar a alma golfinho com brutalidade.
O espírito golfinho - como sofre! é um momento de grande tristeza. É o momento de olhar sóbria e profundamente para os valores e comportamentos que resultam da percepção do poder como exterior. É o momento de se afligir com a alma do golfinho, de lhe oferecer consolação.
Se querem oferecer consolação à alma do golfinho, imaginem a partir do núcleo da consciência de golfinho que as vossas energias se movimentam sob águas límpidas, quentes, apaziguadoras e profundas. À medida que se sentem emergir no reino aquático, deixem irradiar os vossos pensamentos para essas criaturas que partilham a vossa morada planetária. Imaginem que lhes estão a enviar amor à medida que continuam a sua evolução e deixam a escola da Terra, que se afligem com elas e no entanto sabem que, como vocês, elas são imortais. Enviem esses pensamentos. Façam-lhes saber que não se vão embora sem que haja seres humanos que compreendam. Deixem que vos oiçam dizer, " Eu sou alguém que compreende."
São capazes de fazer isso?
Dará valor à sua jornada de aflição...

( Retirado do livro " O lugar da Alma " de Gary Zukav )

10 comentários:

Amaral disse...

A alma golfinho ajuda a reflectir. Tal como outras espécies (muitas em extinção também) são, como todas elas manifestações de Deus, expressões de amor criadas na evolução interminável de todo um universo vivo...

greentea disse...

DESAPARECIDA...VOLTÁSTE ?


BJS

tb disse...

sim e o poder da mente será o mais poderoso que unirá e chegará a todos os elos da cadeia...
gostei de vir até aqui pela mão de um amigo

Cláudia disse...

p/amaral-Este texto levou-me às lágrimas porque sou absolutamente amante dos animais e sei que muitas espécies estão em extinção devido à ignorância de alguns seres humanos.Aconselho-te este livro amaral, que achei fascinante. Penso que vais gostar.um beijinho.

Cláudia disse...

p/greentea- Pois é minha linda voltei. E que bom que é saber que tu nunca saiste daqui...bjs

Cláudia disse...

p/tb- Que bom teres gostado do lugar onde a mão amiga te trouxe.Eu também gostei muito de visitar o teu cantinho.bjs

Meia Lua disse...

Eu entendo os golfinhos... porque às vezes com tudo o que fazemos à terra e com todas as coisas que vemos os seres humanos fazerem uns aos outros também penso que não pertenço a este planeta, ou o que é pior, se é para estar aqui assim, seria melhor não estar... é triste.
beijinhos para ti linda:*

Cláudia disse...

Eu sei que tu entendes meia lua linda.Alguns "humanos" podem não conseguir entender, mas todos os "SERes-humanos" entendem, tal como tu e eu.E é essa forma de se SER, que faz toda a diferença.bjinhos

joão marinheiro disse...

Porque eu gosto de Golfinhos , do mar do vento da liberdade, e do nome Claudia, (vais entender porquê). Aportei aqui e andei mergulhando rodeado de pequenos arroazes curiosos...
Abraço com ventos de esperança em dias claros...

Cláudia disse...

p/joão marinheiro-Obrigada por esse abraço ventoso, cheio de clareza que me preencheu de esperança...